17 outubro 2017

Brownies


Um dos meus doces favoritos ♥. Testei algumas receitas, e achei essa muito boa!

Ingredientes

 • 80 gramas de chocolate mín.70% de cacau;
 • 3/4 xícara de chocolate ou cacau em pó;
 • 100 gramas de ghee ou óleo de girassol;
 • 3 ovos;
 • 1,5 xícaras de açúcar demerara;
 • 1/2 xícara de farinha de arroz;
 • 2 colheres (sopa) de farinha de linhaça;
 • 1/2 xícara de maisena ou fécula de batata;
 • 1 colher (chá) de fermento;
 • 1/2 xícara de água fervente.

Preparo

• Derreta o chocolate com o óleo ou ghee, adicione cacau em pó, reserve.
• Bata os ovos e o açúcar, até virar um creme fofo. Depois adicione os ingredientes do passo anterior.
• Numa tigela à parte misture a farinha de arroz, a maisena ou fécula de batata, farinha de linhaça e o fermento. Pouco a pouco adicione a água e a mistura aos ingredientes anteriores, e incorpore tudo muito bem.
• Em uma forma untada e enfarinhada, leve a assar no forno preaquecido a 200ºC por 15 minutos. Quando estiver pronto, o palito deve sair ligeiramente úmido.

{Encontrei essa receita aqui}


31 agosto 2017

O Fantasminha - Otfried Preussler


   Esse foi um dos meus primeiros livros. Tenho muito carinho por ele porque era da minha mãe quando criança, e ela guardou até o dia em que eu aprendi a ler ♥.
   "O Pequeno Fantasma morava no castelo de Eulenstein havia muito tempo. Era um fantasminha noturno inofensivo, que só assustava as pessoas quando era provocado. O maior sonho da sua vida era ver a luz do sol. No dia em que esse sonho se realizou, ele ficou maravilhado com tantas cores vivas e brilhantes, mas nunca tinha imaginado que o mundo diurno pudesse ter tantos problemas... e tanto provocadores!".





30 outubro 2016

Pax


  "Peter e sua raposa Pax são inseparáveis desde que ele a resgatou, órfã, ainda filhote. Um dia, o inimaginável acontece: o pai do menino vai servir na guerra, e o obriga a devolver Pax à natureza. Ao chegar à distante casa do avô, onde passará a morar, Peter reconhece que não está onde deveria: seu verdadeiro lugar é ao lado de Pax. Movido por amor, lealdade e culpa, ele parte em uma jornada solitária de quase quinhentos quilômetros para reencontrar sua raposa, apesar da guerra que se aproxima. Enquanto isso, mesmo sem desistir de esperar por seu menino, Pax embarca em suas próprias aventuras e descobertas."






“Não é porque não está acontecendo aqui, que não está acontecendo.”